Business of Creativity

9 dicas de trabalho em casa para artistas

Share:

A situação global atual é sem precedentes e cada um de nós está tentando descobrir como se adaptar ao novo “normal”. Todos nós enfrentamos desafios parecidos; como nos manter saudáveis ao fazer compras, manter contato com nossa família e amigos e planejar nosso dia a dia com recursos limitados enquanto o autoisolamento durar.

Porém cada profissão, setor ou posição social enfrentará obstáculos específicos, portanto isto é direcionado àqueles que trabalham com criação.

A maioria de nós está confinada agora. Você pode ser um artista profissional que já trabalha em casa ou alguém que trabalha para uma empresa e de repente precisar trabalhar em casa. Você pode ser um estudante de arte que está em casa por estar sem aulas ou ter a arte como hobby, agora com mais tempo para criar.

Seja qual for a sua situação, espero que algumas dessas dicas sirvam como inspiração para que você aproveite ao máximo esse momento desafiador.

Sou um artista profissional, um cartunista editorial de jornais de todo o Canadá e um pintor de vida selvagem extravagante. Meu trabalho de pintura é licenciado internacionalmente em muitos produtos de diferentes empresas e vendido em versões impressas em vários zoológicos e por meio da minha loja on-line. Eu tenho trabalhado em casa em tempo integral nos últimos 15 anos e trabalhei meio período por cinco anos antes disso. Eu gostaria de compartilhar com vocês algumas práticas produtivas que eu uso para aproveitar meu tempo de maneira mais eficiente. Aprendi a maioria delas corrigindo os meus próprios erros ao longo dos anos. Então aqui vai…

1) Configure um espaço de trabalho

Eu trabalho em um escritório dedicado em casa. Quando estou nesse espaço, é hora do trabalho, então é fácil fazer essa mudança mental quando eu entro pela porta. Ocasionalmente, eu vou trabalhar na cozinha se eu quiser uma mudança de ritmo, mas a maior parte do meu trabalho é realizada na frente da minha tela Wacom, sentado à minha mesa.

Entendo que nem todo mundo tem espaço para um escritório próprio. Há 25 anos, nós morávamos em um apartamento minúsculo e meu espaço de trabalho era uma pequena mesa na sala, apertada ao lado da TV. Mas quando eu me sentava àquela mesa, era hora de trabalhar. Ficar de frente para a parede era uma grande parte disso, porque não havia distrações na minha frente.

2) Vista-se

Quando confinado em casa ou trabalhando de casa, é tentador se deixar levar um pouco (e tudo bem!), mas ficar de pijama o dia todo ou vestir um roupão sem tomar banho não fará com que você fique com a mentalidade certa para trabalhar. Levante-se, tome um banho e vista roupas limpas. Você não precisa usar um terno nem nada do tipo, mas estar limpo e apresentável conta muito. Isso vai fazer você se sentir como um profissional. Vista-se de acordo com seu trabalho.

Eu uso praticamente a mesma coisa todos os dias, a menos que eu saia. Minhas calças poderiam muito bem ser usadas como calças de pijama por alguns, mas eu as uso para mais conforto com uma camiseta. Quando está frio no meu escritório, eu uso um capuz. Mas eu uso roupas limpas todos os dias. Se alguém vier à minha porta, estou apresentável e não preciso pedir desculpas pela minha aparência. A aparência afeta como você se sente.

3) Estabeleça uma rotina

Se você estiver começando a trabalhar em casa, ter uma rotina é essencial. Você estará criando novos hábitos no novo ambiente de trabalho e o que você priorizar determinará seu sucesso. Eu não tenho nenhum chefe além dos meus clientes, mas eu acordo às 5h da manhã todos os dias, mesmo nos fins de semana. Faço exercício moderado, medito por 15 minutos, tomo banho, tomo meu café e estou à minha mesa às 6h.

Mantendo essa rotina, consigo fazer muita coisa.

Obviamente, você não precisa acordar tão cedo quanto eu. Eu sou uma pessoa matinal e estabeleci esse horário quando eu precisava desenhar e enviar os desenhos antes de ir para o meu trabalho regular. Quando eu passei a trabalhar em casa em tempo integral, eu mantive essa rotina porque funciona para mim. Encontre o que funciona para você e mantenha um cronograma.

Eu sou mais criativo de manhã, então me certifico de estar pronto para trabalhar nesse horário. Eu deixo as tardes para trabalhos administrativos e outras partes do meu trabalho que não exigem minhas melhores habilidades criativas.

É muito fácil dormir, descansar, assistir TV e saber que você pode trabalhar quando quiser. Em pouco tempo, horas se passaram e você não fez nada, então você se culpa pelo seu fracasso.

Com talento, você só percorre uma parte do caminho. O sucesso vem da autodisciplina, em todas as coisas.

4) Evite a cozinha

Você está em casa. Todas as suas comidas favoritas estão disponíveis. É fácil ir várias vezes até a cozinha e fazer pequenos lanches frequentes. Alguns biscoitos aqui, um sanduíche ali, salgadinhos, um pouco de amendoim. Antes que você perceba, você está ganhando peso e não consegue entender o porquê.

Atenha-se às refeições regulares e, se você não estiver realizando o seu nível habitual de atividade, faça refeições menores do que o normal. Você não vai morrer de fome e pode ajustar as refeições conforme necessário. Isso faz parte de ter uma rotina.

5) Sem desculpas

Se você tem um foco principal na arte que gostaria criar, então trabalhe para isso. Não espere a inspiração surgir. Essa é uma desculpa usada por artistas que não querem trabalhar. Pela minha experiência, o trabalho vem primeiro e a inspiração vem em seguida.

Ninguém está dizendo que você precisa trabalhar por quatro horas sem parar, acorrentado à mesa. Comece com meia hora. Trabalhe por 30 minutos, evitando checar o celular, acessar as redes sociais, assistir à Netflix ou conversar com os amigos. É hora de criar! Comece com menos e vá aumentando com o tempo.

6) Pare de rolar a página

A maior distração que temos, especialmente em tempos estressantes como estes, são nossos dispositivos portáteis. Silencie seu telefone, desative notificações e evite notícias e mídias sociais. Você sobreviverá meia hora, uma hora, duas horas sem saber cada coisinha que está acontecendo no mundo. Agora, de qualquer maneira, está tudo muito deprimente, então o que você está perdendo? Não há como mergulhar na sua arte com um olho no celular.

7) Faça algum treinamento

Todo artista precisa continuar aprendendo. Mesmo sabendo disso, é difícil fazer disso uma prioridade. Eu preciso usar meu tempo criativo para produzir arte para pagar minhas contas. Ultimamente, com algum tempo extra em casa, tenho acompanhado alguns treinamentos on-line e estou gostando.

Apesar dos desafios atuais, vivemos um grande momento agora. Tudo é ensinado on-line. E o melhor de tudo: com dinheiro apertado para muitos, muita coisa é de graça. Não apenas teasers usados como clickbait escondidos por trás de um paywall, mas treinamentos de arte realmente valiosos, mais do que você jamais poderia ter ao longo de toda a vida, estão disponíveis gratuitamente, feitos por instrutores de nível internacional.

Você só precisar procurar e reservar um tempo para assistir, aprender e praticar.

Sou especialista em pintura e desenho no Photoshop, experiência que adquiri ao longo de 20 anos de trabalho. E ainda assim eu assisti a um vídeo recente de dicas e truques e fiquei impressionado com algumas habilidades que eu poderia estar usando, mas não sabia que existiam.

8) Tente algo novo

Conheci muitos artistas na minha vida e notei uma coisa sobre a maioria deles: eles são bons em mais de um tipo de expressão artística. Conheço muitos pintores que também são músicos. Um tatuador que conheço é um hábil modelador 3D. Um animador que conheço é um grande designer de personagens. Todas essas são atividades criativas que requerem habilidades diferentes.

Houve um tempo em que eu dediquei muito da minha energia para aprender animação em Flash quando muitos pensavam que essa era a direção que os desenhos editoriais estavam seguindo. Fiquei muito bom nisso, mas ninguém queria pagar o valor justo. E eu não gostava muito.

Fui um péssimo designer gráfico por pouco tempo. Eu não tinha muita habilidade para isso, nem o interesse. Eu pintava caricaturas de pessoas. Eu era bom, mas não havia muita demanda e fui me cansando.

Mas todo esse trabalho valeu minha investigação. Tudo isso me ensinou algo e eu posso traçar uma linha direta através de cada uma dessas atividades até chegar ao trabalho de pintura de vida selvagem extravagante que agora é metade dos meus negócios. Ele paga bem, eu sou bom nisso e gosto muito. Eu acho que eu não estaria fazendo isso se eu não tivesse tentado as outras atividades primeiro.

Parte de tentar coisas novas também é descobrir o que você não quer fazer. Por processo de eliminação, você pode encontrar sua verdadeira vocação. Mas você não saberá até tentar.

9) Entre em contato

Nós somos orientados a ficar isolados, mas temos meios para nos conectar com pessoas em qualquer lugar do mundo.

Todo mundo está vivendo a mesma situação. Estamos todos nervosos, um pouco assustados e a tristeza adora companhia. Conversar com pessoas como você, que estão passando pela mesma coisa, aliviará as tensões. O melhor de tudo é que você nunca sabe quais ideias ou oportunidades podem surgir em uma troca de e-mails, conversa no FaceTime ou chamada do Skype.

Ainda esta manhã, uma amiga designer gráfica de uma cidade próxima me recomendou um podcast de que acabei gostando muito. Ela estava certa, porque está bem de acordo com os meus gostos.

Outro motivo para entrar em contato com sua rede é conseguir trabalhos. Você pode ter habilidades que você não busca ativamente e que merecem mais atenção agora. A sobrevivência em tempos difíceis exige adaptação e abordagem dos problemas de uma nova maneira.

Seja respeitoso, receptivo e mantenha a mente aberta. A pessoa com quem você entra em contato pode não ter nenhum trabalho para você, mas pode sugerir outra pessoa e oferecer uma recomendação.

Ninguém dará a você essas oportunidades. Você precisa procurar por elas. E seja honesto nas suas buscas, porque não é segredo nenhum que estamos todos navegando em águas estranhas. Não há vergonha em dizer que de repente ficou difícil encontrar trabalho e você está explorando suas opções. Neste momento, isso não vai surpreender ninguém.

Eles podem dizer não, porque muitas empresas estão passando pela mesma situação. Mas eles também podem dizer sim.

Como você acha que consegui a oportunidade de escrever este texto?

 

Sobre Patrick LaMontagne

Patrick LaMontagne, é cartunista e pintor digital.  Depois de responder a um anúncio no jornal Banff Crag and Canyon, em 1997, Patrick de repente se viu com um cartum editorial semanal.  Em 2001, ele aceitou um cargo de cartunista editorial no jornal The Rocky Mountain Outlook, mesmo ano em que passou a trabalhar em publicações nacionais. Em 2005, ele era um cartunista e ilustrador em tempo integral, apesar de nunca ter recebido nenhum treinamento formal de arte.

Embora ele tenha desenhado muitas coisas diferentes ao longo dos anos, animais extravagantes são o que ele mais gosta de pintar.  Duas dessas pinturas digitais foram premiadas com o Guru Awards na Photoshop World Conference de 2010, em Las Vegas, Estados Unidos, incluindo o Best in Show.  Outra pintura ganhou o prêmio Best in Show em 2014.

Ele e a esposa Shonna continuam a busca pelo “felizes para sempre” em Canmore, Alberta, cercados pela beleza das Montanhas Rochosas Canadenses.

 

Links Externos

Website

Blog

Instagram

 

Encontre a mesa digitalizadora Wacom perfeita para o seu estilo e espaço agora que está “trabalhando em casa” compre agora–>