Cintiq and Cintiq Pro

#ArtistaDoDia com Caramuru – O Auto da Compadecida

Share:

Caramurú Baumgartner é um artista que vem conquistando o Brasil e o mundo com suas artes. Hoje vamos falar sobre o seu trabalho para a Rede Glogo de televisão onde ele fez as Ilustrações da abertura do seriado O Alto da Compadecida.

Aquele o artista explica um pouco como foi a produção do seu trabalho ao lado de sua Cintiq pro.

—————

Clássico e popular, a abertura de “O Auto da Compadecida” remete aos trípticos bizantinos da era renascentista italiana. Com sua reestreia na rede de streaming Globoplay e remasterizado em 4K, a nova vinheta reposiciona o filme entre as grandes obras audiovisuais do cinema brasileiro de todos os tempos.
O AUTO DA COMPADECIDA OPENING TITLE • ABERTURA FICHA TÉCNICA: Direção de Criação: Sergio Valente, Mariana Sá Direção Geral: Alexandre Romano Criação e Direção de Arte: Alexandre Romano, Christiano Calvet e Caramurú Baumgartner Motion Design e Animação: Renan de Moraes, Valerycka Rizzo e Bruno Meira Produção executiva: Orlando Martins Coordenação de Criação: Valerycka Rizzo Logo Design: Caramurú Baumgartner Storyboard: Caramurú Baumgartner Assistente de Criação: Gisele Ramalho Atendimento: Carla Sá, Suzana Prista, Letícia Eboli, Paula Machado Ilustrações e Concept Art: Koi Factory e Caramurú Baumgartner
​​​​​​​
O mural também serviu de storyboard e roteiro para a abertura​​​​​. Nele apresentamos os diversos detalhes da saga de Chicó e João Grilo contra a fome, a maldade dos tiranos, o abuso de poder e rumo, indo de encontro salvação divina.
Image may contain: drawing, sketch and map
O mural inspirado em Fra Angélico e Giotto di Bondone, reproduzindo um clássico trípitco bizantino da do período renascentista italiano. A obra remonta o enredo principal de O Auto da Compadecida, adaptação de Guel Arraes da homônima obra do mestre armorial Ariano Suassuna.
Redesenhar o logo de O Auto da Compadecida foi um dos desafios mais deliciosos de se fazer. Não se podia simplesmente “mexer” no símbolo antigo para dar apenas um novo visual e sim ressignificar a reposicionar esse primoroso produto nacional através desse novo design e efeitos visuais, colococando-o no patamar que a obra merece: clássico, lendário, icônico e sacro. Utilizando o conceito que auto-intitulamos de “armorial às avessas”, trouxemos para dentro da cultura popular nordestina a estética renascentista medieval européia.
O antigo logo de O Auto da Compadecida traz o completo sentimento vernacular, feito à mão e pelo popular. Através da sua aplicação xilográfica, apresenta as falhas e fissuras do veio da madeira que serviu de gabarito. A imagem também apresenta uma borda que cerca a tipografia, emoldurando-a. ‎
O redesenho traz uma fonte com as serifas em ângulos de 45° que remetem ao uso de xilogravuras e tipografia com base em madeira justamente para ajudar no corte das letras. A diagramação traz uma forma triangular, para remeter a reverência aos céus. Além do T proporcionalmente exagerado e com uma cruz marcada reforçando a ligação de todo o enredo com a fé popular e da igreja.
——————
Redes sociais do artista: